< voltar

Tipos de Feedback: como ele pode ajudar no clima organizacional

No atual contexto global, a ausência ou inconsistência na realização de Feedbacks é o maior motivo da falta de engajamento por parte dos colaboradores, o que pode trazer uma cascata de redução nos índices de satisfação profissional e até mesmo na geração de lucro e reputação empresarial.

De acordo com um levantamento da Harvard Business Review, funcionários infelizes rendem 18% menos, causam 49% mais acidentes no ambiente de trabalho, geram 16% menos lucro e ainda são responsáveis por um aumento de 37% nas taxas de absenteísmo.

Feedback: Definição e Conceito

Feedback é uma palavra inglesa que significa “realimentar” ou “fornecer resposta a um determinado pedido, ou acontecimento”. É um termo presente tanto no meio empresarial quanto nas relações interpessoais.

No meio corporativo, o feedback é uma importante ferramenta na avaliação de performance, além de alinhar junto aos colaboradores as ações e objetivos que a empresa vem tomando/alcançando. No atual cenário pós-pandêmico, atrair talentos e principalmente retê-los é um desafio constante para as empresas que desejam permanecer no mercado competitivo.

O conceito principal de feedback não se resume apenas em apontar erros ou tecer elogios ao desempenho pessoal e profissional do colaborador em questão. É preciso que seja realizado com seriedade e tendo por base os dados da avaliação de desempenho do colaborador. 

Qual a importância de se fornecer feedbacks contínuos?

Fornecer um feedback de forma clara e constante é de suma importância para os profissionais e a organização como um todo, e deve ser realizado quantas vezes for possível. Quando todos têm a oportunidade de expor as suas ideias e pontos de vista, o trabalho é executado com mais agilidade.

Por que é preciso

Dentre os inúmeros benefícios do feedback, está a demonstração de consideração e respeito pelo colaborador enquanto indivíduo ao minimizar inseguranças quando recebido. E o mais importante: Deve ser realizado de forma individual quando se tratar de condutas ou falhas impróprias.

O feedback – como toda resposta – traz outras respostas e consequências. Dessas respostas podemos obter a importância e eficácia de sua aplicação. O retorno refere-se aos reflexos do aprendizado que essa ferramenta proporciona e a consequência está diretamente ligada ao engajamento do colaborador em desempenhar um bom trabalho a partir da crítica construtiva que recebeu.

Tipos de feedback

Resumidamente, existem dois tipos de feedback: O positivo e o corretivo. Não nos referimos a ele como ‘negativo’, pois sua finalidade é avaliar atitudes que necessitam correção, não negativá-las. 

A ausência de feedback impacta diretamente na produtividade, segurança e motivação do colaborador, e isso pode aumentar o índice de turnover. 

O feedback positivo visa reforçar um comportamento que desejamos dar ênfase e que se repita. Quando alguém realiza algo positivo e que atende aos objetivos e metas impostos a ela e à empresa em que presta serviços, é essencial receber o devido reconhecimento para que se sinta estimulada a repetir seu feito. É muito importante para o colaborador ter consciência de que está no caminho certo – seja profissionalmente ou em suas atitudes – para permanecer engajado pela empresa. 

O feedback corretivo não possui apenas uma conotação negativa, pois indica o ponto em que é possível obter melhorias, seja um comportamento inadequado ou a execução de um processo que possa afetar diretamente o desempenho profissional e organizacional. É preciso um alto nível de sensibilidade ao lidar com feedbacks corretivos, e manter o hábito de realizar feedbacks positivos sempre que necessário também.

É importante que o colaborador entenda o impacto que seu comportamento exerce sobre a equipe e a empresa como um todo, assim fica mais fácil compreender porque é preciso alterar esse comportamento.

“O feedback do feedback”

Dentre os principais aspectos positivos da aplicação de feedbacks constantes nas empresas, destacamos quatro pontos fortes a serem levados em consideração.

  1. Identificar pontos fortes e fracos

Graças ao feedback, os colaboradores passam a ter maior conhecimento sobre suas atitudes, o que está funcionando e o que não está. Alguns colaboradores possuem talento para realizar tarefas que não são comuns à sua rotina, e uma vez que os gestores apontam esses talentos é possível incluir estratégias de capacitação e remuneração para aquele profissional. Funcionários mais seguros aprimoram seu trabalho, ainda que recebam um feedback corretivo. ‘Saber aonde pisa’ é crucial para que o funcionário não se sinta apenas um número dentro da empresa, e empenhe-se em realizar suas funções da melhor forma possível.

  1. Aumento da comunicação e interação entre a equipe

O feedback ajuda a aprimorar a comunicação entre líderes e equipes, criando um canal onde todos permanecem em contato. Uma boa comunicação no ambiente de trabalho evita que informações sejam repassadas de forma inadequada.

  1. Motivação é o combustível humano

Saber que fez um bom trabalho gera um sentimento de gratificação e – ao contrário do que muitos pensam – o feedback corretivo, quando feito da maneira correta, também motiva os colaboradores a melhorar, trazer novas idéias e tornar o trabalho mais produtivo.

Técnicas de feedback

  • Auto avaliação

Cada profissional avalia o seu próprio desempenho de acordo com regras pré-estabelecidas. Essa é uma ferramenta extremamente útil para aqueles que desejam melhorar seus relacionamentos profissionais ou até mesmo reconhecer suas habilidades.

  • Avaliação do líder

Com o acompanhamento e controle do departamento de Recursos Humanos, cada gestor avalia sua equipe de trabalho, comunicando os resultados dos funcionários sob sua responsabilidade.

  • Avaliação líder-colaborador

O gestor orienta seus colaboradores, que fazem sua avaliação de acordo com o indicado pelo superior. Enquanto o líder define metas e objetivos, o funcionário apresenta resultados e cobra recursos.

  • Equipe de trabalho

As equipes são responsáveis por avaliar o desempenho de cada um de seus integrantes, definir metas e objetivos a alcançar. Esse tipo de avaliação permite que o profissional avalie o trabalho de outros colegas.

  • Avaliação 360 graus

Um dos tipos de feedback mais utilizados nos dias de hoje, todos aqueles diretamente ligados ao colaborador analisado participam da avaliação de algum modo – incluindo líderes, colegas, pares, colaboradores e, em alguns casos, até mesmo clientes e fornecedores. Esse retorno é crucial para o planejamento de ações e estratégias futuras relacionadas ao gerenciamento da equipe. Além disso, reforça a cultura organizacional e aumenta a credibilidade da empresa perante a equipe.

Saber dosar a periodicidade dos feedbacks é essencial para não agravar nenhuma situação de desengajamento. Defina bem a frequência com a qual os realizará, pois esse é um fator que fortalece a cultura do feedback na empresa. É importante também avisar a equipe com antecedência para que possam tomar notas dos temas a serem abordados.  

feedback não deve ser uma comunicação de mão única, pois é sempre positivo que os colaboradores também possam falar sobre o que eles podem visualizar de acertos e erros na empresa e na própria equipe, tornando possível acompanhar os progressos individualmente.

Dentre as diversas novas funções atribuídas ao profissional de Recursos Humanos, zelar pelo bem-estar corporativo e da equipe é um dos mais importantes. Quando uma empresa ouve sua equipe, valoriza seus profissionais – não somente como uma mão-de-obra, mas como parte crucial dentro do desenvolvimento e evolução organizacional – ela se destaca perante a concorrência, atraindo uma maior quantidade de profissionais desejando fazer parte dela. 

Por esse motivo, um ambiente que valoriza a comunicação e faz valer até mesmo as falhas e deficiências na construção de um planejamento estratégico eficaz, extrai o melhor do potencial de seus colaboradores. A tecnologia tem sido uma grande aliada, pois, mais do que exigir produtividade, é preciso tornar os canais de comunicação abertos para que todos possam participar e contribuir com excelência no que se propõem a fazer. 

Com a Colabbe você tem toda a tecnologia a seu favor para estabelecer uma relação saudável entre a empresa e seus colaboradores, desde o primeiro contato. Essas etapas são importantes na gestão do capital humano e benéficas para a rotina do setor e o destaque da empresa no mercado competitivo. Converse com um dos nossos consultores e comece hoje essa transformação na sua empresa.

banner_ebook-tendencias-rh-2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *