< voltar

Saiba o que é Fit Cultural e como implementar na sua empresa

recrutamento-inteligente

O processo de admissão é um momento muito importante para a empresa e para o novo colaborador. Mas o que também é muito importante é que esta seja a pessoa certa para o cargo certo. E saber qual candidato irá se adaptar melhor ao novo ambiente de trabalho pode ser um desafio.

Mesmo um candidato com excelentes qualificações técnicas e ótimas recomendações pode não ser o ideal para sua empresa. Algumas pessoas são melhores trabalhando sozinhas enquanto o modo de trabalhar de sua organização é mais colaborativo, ou há casos em que a pessoa pode não saber lidar com a competitividade que é incentivada na sua empresa. 

O que falta nessas ocasiões é um bom fit cultural.

Quer conhecer esse conceito e saber como ele pode ser aplicado na sua empresa para melhorar a sua gestão de pessoas? Continue a leitura pois esse é o tema do nosso artigo hoje.

Mas o que é Fit Cultural?

Fit cultural o que faz com que um candidato se encaixe na cultura de sua empresa

É quando os valores e objetivos da empresa e do colaborador estão alinhados. É também quando as práticas exercidas dentro do cotidiano de trabalho correspondem às quais o funcionário tem preferência. 

A cultura de uma empresa é composta pelo conjunto de hábitos, práticas, valores e crenças que todos os colaboradores compartilham, desde o CEO até o estagiário. Um bom fit cultural é quando o candidato também compartilha desses princípios. 

Quais os Benefícios de um bom Fit Cultural?

Quando um novo colaborador possui um bom fit cultural com a empresa, ele não terá muita dificuldade em se adaptar à nova rotina. Ele saberá que seu modo de trabalho será respeitado e que o ambiente estará de acordo com seu jeito de trabalhar. As expectativas, tanto do novo colaborador quanto da empresa, estarão alinhadas.

Um bom encaixe entre empresa e funcionário estimula a produtividade, afinal, ambos trabalham com o mesmo objetivo, tendo alinhados quais as expectativas, boas práticas e que ações diante de determinadas situações. 

O turnover, ou seja, a taxa de rotatividade de funcionários da empresa, tende a ficar mais baixa conforme os candidatos selecionados apresentam um bom fit cultural com a organização.

Um outro benefício extremamente importante é proporcionar um ambiente de trabalho harmonioso onde os colaboradores trabalham juntos para um mesmo fim, compartilhando práticas e valores.

Como fazer?

Primeiramente é preciso entender a cultura de sua empresa. Quais seus valores e princípios? Quais os objetivos da empresa? Quais as características mais valorizadas em seus colaboradores?  

Partindo das respostas dessas perguntas você pode traçar o que um candidato precisa ter para fazer parte da sua organização.

Para encontrar este candidato ideal, é necessário já mostrar um pouco da cultura de sua empresa na descrição da vaga, com uma boa apresentação, para assim atrair as pessoas certas

No processo de seleção é possível realizar alguns testes comportamentais e dinâmicas para conhecer os perfis que tenham maior aderência à sua empresa. Existem algumas ferramentas que podem ajudar a otimizar esse processo e torná-lo mais simples.

Mas o principal momento de avaliar o fit cultural é durante a entrevista. Essa é a etapa em que o profissional que está realizando a entrevista deve apresentar a empresa, deixando claro seus valores e modos de funcionamento. Deve também colocar para o candidato questões essenciais para ver se eles dão match.

Temos aqui alguns exemplos de questões que podem ser feitas ao candidato:

  • Como você reage quando colegas discordam da sua ideia?
  • Como você lida quando você discorda da ideia de algum colega?
  • O que você faria em uma situação de conflito entre colegas?
  • Você trabalha melhor com horários rígidos ou prefere ser flexível?
  • Como você administra suas prioridades no trabalho?
  • Como você prefere receber feedbacks?
  • O que o faria sair de uma empresa?
  • O que te motiva a trabalhar? Quais os seus objetivos?
  • O que você mais valoriza em um local de trabalho?

Outra sugestão para avaliar o fit cultural de um candidato é colocá-lo diante de situações hipotéticas para saber como ele agiria. Apresente-o a uma situação onde ele está na posição de liderança diante de um desafio que a empresa já passou, ou uma situação que o novo colaborador provavelmente terá que enfrentar. 

Analise as respostas dadas e veja se elas condizem com o que a sua empresa espera dos seus colaboradores.

Conclusão

Através de um bom processo de seleção, é possível encontrar o candidato que melhor se encaixa na empresa. Quando o colaborador compartilha dos mesmos valores da empresa, ele se torna um potencial propagador da marca.

E para fechar, agora que você já sabe como funciona o fit cultural, é importante saber de algumas coisas. A cultura é viva, ela muda o tempo todo. Uma pessoa pode não parecer se encaixar 100% na empresa de início, mas cabe ao profissional de RH avaliar se ela conseguiria se adaptar, através durante o onboarding ou não.

Outro ponto é a importância em buscar perfis diferentes para a empresa evoluir. Um candidato pode ter um olhar diferente sobre alguma questão de negócio, mas talvez este olhar seja exatamente o que a empresa estava precisando para crescer. 

A própria cultura da empresa muda. Às vezes lentamente, às vezes de uma forma quase brusca. Os gestores de recursos humanos devem perceber essas mudanças e, quem sabe,  reelaborarem a ideia da cultura da empresa. Assim, quando uma vaga abrir na organização, logo saberão qual candidato se encaixa melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *