< voltar

É necessário RH em startups? Entenda seu papel e como estruturar

e-necessorio-rh-em-startups_entenda-seu-papel-e-como-estruturar

As startups têm muitos desafios e, entre elas, está estruturar a área de RH de maneira estratégica. Conheça dicas relevantes para esse momento. 

Startup é sinônimo de inovação, mas também de equipe reduzida, tarefas compartilhadas e muita vontade de crescer. No início, estruturar os departamentos pode não ser uma prioridade, mas quando a importância da tarefa é compreendida, fica difícil ignorar. Sabemos que a área de RH não é uma das primeiras a ser criada, mas recomendamos que ao ser estabelecida, ela atue de maneira estratégica. Confira neste material quando é necessário contar com uma área de RH em uma startup para alavancar um sólido crescimento e como dar os primeiros passos. 

Vamos começar respondendo a primeira pergunta que te motivou a ler nosso conteúdo: quando é necessária uma área de RH em uma startup? De forma resumida, sempre. Há tempos o departamento de Recursos Humanos deixou de concentrar serviços operacionais e passou a ter uma posição estratégica nos negócios. 

A mudança dessa visão começou a vigorar depois que os colaboradores foram vistos com o valor que realmente possuem. Sendo o RH responsável pela gestão de pessoas, o fator humano que é determinante para uma empresa, passa a ter ainda mais destaque. Em ações presenciais ou à distância, como ocorreu na pandemia, conciliar expectativas entre ambos os lados é uma tarefa de muita responsabilidade. 

Papel do RH em uma startup

Em uma startup, o RH tem o poder de auxiliar o negócio a alcançar suas metas, reforçando a cultura da empresa para a equipe. Além disso, são tarefas fundamentais do departamento atuar como um apoio à cultura organizacional, avaliação de pontos de melhoria, gestão de capital humano e comunicação interna, assim como desenvolver colaboradores e mensurar suas performances. 

E como começar a estruturar o RH em uma startup? Alguns pontos são essenciais como a contratação do profissional para o cargo, ou seja, para estruturar o RH é necessário acertar nessa primeira escolha. Ela será determinante para disseminar a cultura da empresa, estabelecer um planejamento estratégico do departamento de Recursos Humanos, definir cargos e salários e comunicação interna. 

Entre as etapas que merecem atenção está a escolha do profissional eficiente e experiente que apoiará essa estruturação. Avaliação de currículos, realização de testes e entrevistas bem planejadas auxiliam na melhor contratação. Sabemos que as startups costumam ter valores culturais muito específicos, por isso ter uma pessoa nomeada para o RH dentro da empresa aumenta o nível de comprometimento do profissional quando falamos sobre disseminar esse aspecto cultural. 

Falando em profissionais que ingressam em uma startup, algo em comum nos chama a atenção: as multi-skills ou múltiplas habilidades. Com esse perfil, eles podem contribuir em diferentes áreas da empresa, porém, o desafio em retê-los aumenta, já que eles são ágeis, com aprendizado rápido e anseiam pelo direcionamento de um líder. Caso isso não ocorra, eles buscarão uma nova oportunidade sem pensar duas vezes. 

Em uma startup, o especialista em RH também pode atuar com a tarefa de identificar objetivos dos fundadores e encontrar a melhor maneira de transmitir aos novos colaboradores. Evitar ruídos na comunicação é sempre um desafio, ainda mais quando abordamos uma modalidade de empresa em que tudo acontece muito rápido. 

Quer descobrir se a startup precisa urgentemente de um departamento de RH? Então vamos compartilhar algumas métricas que indicam essa necessidade:

  • Turnover: alta rotatividade não é bom sinal
  • Absenteísmo: muitas faltas e equipe desmotivada é um indicador negativo
  • Retenção de talentos: está difícil manter os melhores entre vocês?
  • Produtividade: custo, qualidade, tempo e produção devem ser analisados
  • Retorno sobre investimentos em treinamentos: a conta não fecha e você sai no prejuízo?

Estes são alguns sinais que merecem seu alerta e nós fizemos um post inteirinho sobre o assunto. Recomendamos a leitura! Clique aqui. 

Estruturando o RH na startup

Vamos então facilitar esse processo de estruturação do RH? Use e abuse da tecnologia para favorecer seus negócios. O departamento de RH também pode (e deve) abrir espaço para ferramentas que ampliem a performance. 

Entre as vantagens de optar por sistemas que apoiem a etapa está a organização de todos os colaboradores em apenas um lugar. Chega daquela imagem do passado com arquivos físicos, pastas e bastante poeira. Automatize fases de processos operacionais como a triagem de perfil e, com isso, garanta entregas mais rápidas e resultados melhores. 

Aproveite o armazenamento de informações desde a admissão até a análise dos resultados de cada colaborador. O mapeamento comportamental dos squads também fornece informações valiosíssimas! Parabéns, nesse ponto você conseguiu aumentar a inteligência estratégica do processo.

Com o apoio de dados analíticos, você já pode até aposentar sua bola de cristal e passa a agir com mais clareza nas decisões que impactarão os negócios. Conte com a Colabbe para fazer a diferença em uma startup!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *