< voltar

Comitê de diversidade: o que é, qual a sua importância e como estruturar

comite-de-diversidade_o-que-e-qual-a-sua-importancia-e-como-estruturar

Descubra como fortalecer a cultura de diversidade na empresa através da criação de um comitê e implemente medidas e mudanças que causem impacto.

A diversidade é baseada no entendimento sobre como cada indivíduo, com suas características únicas, pode enriquecer o todo. Apesar da consciência sobre a importância do tema, as empresas ainda dão os primeiros passos relacionados à diversidade e inclusão. O objetivo é que as equipes corporativas tenham vários perfis profissionais, promovendo mudanças positivas aos negócios e isso é possível através da criação de um comitê de diversidade

O que é o comitê de diversidade e como ele é formado? 

Como o nome sugere, ele é formado por indivíduos que possuem entre si a meta de implementar benefícios para transformar a realidade em que vivem. Do ponto de vista dos colaboradores, é uma oportunidade de engajamento em uma causa, assim como de defender seu propósito. Uma empresa que investe na criação de um comitê de diversidade também atrai perfis de grupos minoritários, o que abre ainda mais oportunidades no mercado de trabalho a eles. 

Para as empresas, a diversidade melhora o desempenho financeiro e impulsiona a competitividade das organizações. Pois é, a diversidade gera valor para a marca e atrai olhares de investidores. Aproveite essa abertura para garantir a visibilidade de sua marca de maneira positiva. 

Mais do que entender o que é comitê de diversidade, você precisa entender porquê sua empresa precisa criá-lo. Então, vamos explorar esse tema juntos. 

Embora a diversidade seja um tema muito abordado, raramente é explorado com profundidade e com a devida importância que merece. A própria diversidade dos membros do grupo é que determina o sucesso dessa empreitada. A abertura com a diretoria ou alta cúpula também é fundamental, pois são eles que darão o aval para colocar em prática as ações de inclusão na cultura da empresa. 

Qual a importância do comitê de diversidade? 

Se a empresa visa uma mudança cultural, ela inicia com a implantação do comitê. Os membros serão responsáveis por fazer a diferença nesta organização. Eles devem promover a sensibilização e reflexão de todos para as causas tratadas como prioridade. A abertura para o debate é essencial nas empresas e ativa o senso de pertencimento. 

Ouvir também garante que o comitê de diversidade seja espaço de acolhimento, afinal, os funcionários trarão suas experiências para compartilhar. Indivíduos que acolham sem julgamento, sabendo entender as pautas pertinentes e que farão a diferença nesse momento. 

Ok, você já compreendeu a importância da criação, mas estruturar o comitê de diversidade ainda parece um desafio? Calma, tudo ficará mais simples a seguir. Continue a leitura e entenda tudo sobre o tema. 

Como estruturar um comitê de diversidade?

Novamente, aposte na diversidade, pois todas as pautas devem ser levadas para discussão e tratadas com prioridade. Os indivíduos de cada minoria devem se sentir representados e as responsabilidades divididas para evitar sobrecarregar algum membro. 

De qualquer maneira, a responsabilidade assumida através de uma posição no comitê precisa ser tratada como prioridade, pois com a rotina, passa a constar em segundo plano. Algumas ações exigirão mais dedicação de determinados membros e outras podem exigir mais foco de outros. A eleição de uma liderança representativa deve facilitar a comunicação e trazer mais organização ao grupo.

A melhor maneira para obter êxito nas iniciativas é definir um plano de ação, estabelecendo prazos e métricas para acompanhar a performance dos resultados. Dica: invista em uma análise prévia dos números para calcular o impacto das ações nas diferentes áreas do negócio. 

Você sabe quais minorias estão em defasagem na empresa? Quantas mulheres ocupam cargos de liderança? Quantos portadores de necessidades especiais estão atuando em sua área de conhecimento? Quais faixas etárias estão sem representatividade? Sem essas informações, como mensurar os resultados? Impossível. 

Quando as primeiras ações forem implantadas, verifique como elas estão refletindo internamente. O comitê de diversidade deve aumentar a representatividade, mas manter as portas abertas para um feedback por parte de todos os outros colaboradores. Nesse momento, ajustes podem ser feitos para direcionar os próximos passos. 

É claro que no meio do caminho muitas surpresas devem aparecer como, por exemplo, a resistência de alguns membros ou da diretoria. Essa é a prova de fogo: quão disposta a empresa está em implantar mudanças? 

Toda a empresa ganha com um comitê de diversidade

O trabalho do comitê em parceria com o RH pode agregar e muito, como na criação de uma política que possa coibir e punir discriminação e assédio, deixando claras as regras sobre promoções, estabelecendo benefícios que realmente gerem valor aos funcionários. 

A simbiose com o RH não para por aí: indicadores do setor que causam medo podem sofrer um revés. Turnover e absenteísmo tendem a sofrer impactos positivos com ações implementadas pelo comitê de diversidade. Nas etapas de recrutamento e seleção, novamente as vantagens aparecem, pois os candidatos enxergam a diversidade como um diferencial. 

Muitas são as vantagens, então compartilhe conosco qual foi a experiência na empresa ao implantar um comitê de diversidade e inspire histórias. Vamos incentivar boas práticas que transformam os processos de RH, assim como a Colabbe tem feito, te conectando a um processo de admissão digital mais eficiente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *